quinta-feira, 24 de Julho de 2014

COITADO DO "HOME"!




Calma que ainda não morri!

Pessoal, como ando a curtir o Verão, não tenho tempo para andar a telefonar ou  mandar e-mails para todos.

Aviso que está confirmada a janta do próximo sábado, no sítio que tínhamos combinado, no Barreiro.

Só espero não ter nenhum encontro imediato do terceiro grau, com o tal que agora anda esverdeado  atrás da velha gaiteira   testemunha de Jeova.

A sério que estou com pena do fulano que até postou uma foto do tempo da guerra, a mostrar os "guiços", na esperança da Fatinha lhe dar alguma atenção. 

Mas está com azar, porque só lhe saem as outras velhas a fazer "likes".

Não tenho publicado  os vossos "comments",  porque alguns não se podem publicar. Vocês são demais!

Inté e até sábado.

Levem as violas para fazermos a festa e atirarmos foguetes, como sempre.

Kisses!

sexta-feira, 11 de Julho de 2014

PARECEM PUTOS DA ESCOLA!



Tenho andado muito aborrecida com o ambiente político cá do burgo.

Aqueles amigos que eu costumava convidar para almoçar e jantar,  andam agora todos de candeias  às avessas, por causa de tricas e intrigas  protagonizadas por duas pessoas do mesmo partido.

E que tenho eu a ver com isso?

Sabem que sou neutra no campo da amizade. Quando sou amiga, não ligo a partidos, religiões nem futebois.

- "Se convidares fulano, eu não vou", disseram-me.

Pá, deixem-se dessas merdas!

E ponham a mulherzinha no sítio, porque já demonstrou,  por diversas vezes,  que é uma bacoca inconsequente.

Beijokas!

Espero por vós no próximo dia 18,  mas aviso já que não vou permitir discussões sobre politiquices e  pessoas que não interessam nem ao Menino Jesus.


quarta-feira, 2 de Julho de 2014

TU SABES QUE EU SEI QUE TU SABES QUE É DEDICADO A TI



Este ano o S. Pedro resolveu trocar as voltas a quem se preparava para grandes banhos de sol e mergulhos no mar, como eu.

Não tem havido sol mas tem havido mar e boa companhia, o que para mim é a mesma coisa.

E tenho-me divertido imenso por cá.

Vocês não calculam o prazer que tenho tido em presenciar  um cachorro rafeiro a correr atrás de uma empregada de mesa, que nem um osso lhe atira, porque está mais interessada no guitarrista da música ao vivo.

O cachorro que dantes só rosnava,  e dava paulitadas na gramática, agora anda armado em "poeta", a mandar beijos e indirectas do Manuel Alegre, a quem não lhe liga um cu.

O amor às vezes é mesmo fodido.

Oh lá se é!

Cachorro sofre.....










sexta-feira, 27 de Junho de 2014

SEGURO VS COSTA



Quando será que os socialistas portugueses vão começar aos tiros, uns aos outros?

Acho que vai ser uma questão de tempo. Para já, só têm acertado nos próprios pés.

Este Partido Socialista virou um partido de ginastas e acrobatas contorcionistas, especialistas em "trampolim".

Fico parva por ter constatado que alguns, outrora convictos apoiantes de Seguro, viraram o bico ao prego e agora apoiam o Costa que por sua vez mandou um valente chuto na gaiola do Seguro que soltou o pássaro que há em si.

E querem eles ser a alternativa ao actual estado de coisas.

Não me convencem.

"Jamé!"







CHEGUEI!




Pronto, pronto, não é preciso mandarem-me mais e-mails, nem fazerem mais comentários no Blog. Eu não morri e já estou por cá há alguns dias, na ramboia, embora o tempo não esteja muito convidativo a férias.

Não publico os Vossos comentários porque alguns deles são um bocado "indiscretos" e fora de contexto.

Já soube que houve um "dilúvio" no Barreiro,  que deu cabo das minhas rosas todas,  e que o país continua debaixo de uma tremenda  irrelevância a todos os níveis.

Tirando isso e o facto de alguém me ter querido casar, à força,  com um socialista, tá-se bem.

Vou andar por aí a tirar a barriga de "misérias".

Chocos fritos, ou com tinta, pataniscas de bacalhau e carapauzinhos fritos com arroz de feijão ou de ervilhas, com salada mista temperada com bastante vinagre, sardinhas assadas, francesinhas, bolas de manteiga e caldeirada, me aguardem!

Beijokas!






sábado, 31 de Maio de 2014

VIVA A VIDA!





Estou toda "moidinha", toda "partidinha", efeitos da vida "boémia" que tenho levado nos últimos dias em Lisboa.

Parece que levei um valente enxerto de porrada ou que fiz uma maratona de sexo com os velhotes todos da Santa Casa. Não pelo sexo em si mas pela trabalheira que devia ser, só para os "animar".

Fosga-se, deixa-me mas é estar calada, senão ainda começam as bocas foleiras e as indirectas, porque eu até sou uma mecinha muito bem comportada, nada dada a javardices.

Depois daquele concerto memorável dos Stones, acho que durante uns tempos não vou exigir nada da Vida.

Foi Divino e ainda estou no "ar".

Tive o grato prazer e o privilégio de ter reencontrado alguns amigos dos tempos de Faculdade e de outras paragens, que já não via há algum tempo, um deles há mais de quinze anos. E quando os velhos amigos se reencontram, parece que há um renascer dentro de nós.

Tenho tido a sorte de nunca lhes ter perdido o "rasto" e a felicidade de todos eles sentirem por mim o mesmo que sinto por eles. São pessoas com quem posso ter todo o tipo de conversa, desabafo e que fariam o impossível para me ajudar, em caso de necessidade. Posso considerar-me abençoada e muito feliz por esta reciprocidade.

Jamais conseguiria viver sem amigos, música e livros. Uma trilogia que é essencial à minha realização como ser humano.

Alternando entre Rock in Rio, docas e Feira do Livro, fui dando conta de que os portugueses são um povo à rasca. Grande parte das pessoas está triste e sem projecto de Vida.

Pergunto-me como é isso possível, se Portugal é um País com grandes potencialidades. A sua gente é boa, gentil, empreendedora, trabalhadora. Tem sol, boas praias, boas estradas, boa comida e boas oportunidades que pelos vistos só alguns têm açambarcado. Mas temos de pensar positivo porque não há mal que sempre dure e, um exemplo disso, são os chumbos do Tribunal Constitucional. Se os membros do governo tivessem um pingo de vergonha na puta da cara, já se tinham demitido um a um.

Gosto de Portugal. Angola e Portugal são as minhas Pátrias e penso que brevemente, ficarei por cá para sempre, até porque tenho um projecto, um velho sonho de empreendedorismo, que não vou revelar por enquanto, para não entrar "areia".

Entretanto já estou a preparar-me para ir e voltar para os Santos Populares.

Santo António em Lisboa, São João no Porto, Julho em Coimbra, para a Serenata Monumental dos Antigos Estudantes da Universidade de Coimbra e Agosto numa das belas praias alentejanas. Uma "agenda" muito "preenchida".

Se o meu Deus quiser, brindarei à Vida, pedindo-Lhe que todos os humanos sejam melhores pessoas e  tenham  sempre  o essencial  para desfrutar dela.












TIRO AOS "MELROS"



Mais um "chumbo" do Tribunal Constitucional.

Não consigo compreender como é que um governo que tem violado sistematicamente os Princípios Fundamentais do Estado de Direito, sobreviva e continue a magicar a melhor maneira de continuar a fornicar o Zé Povinho, sem que o Povo reaja.


DEDICADO A UM "SPECIAL ONE"



Há sempre alguém "especial", na vida de cada um.

quarta-feira, 28 de Maio de 2014

GOLPES PALACIANOS


O JANTAR


Já estava a imaginar que teria de instalar, em casa, um elevador de escadas "Egiro" e comprar um veículo da mesma marca, para poder deslocar-me nas redondezas mas, felizmente, o médico que consultei ontem, foi de opinião que nem imobilidade nem cirurgia ao pé, contrariamente ao que me tinha sido diagnosticado inicialmente.

Eu sabia!

A única coisa boa que tem o FCP, é o ortopedista.

Por isso, amanhã vou lá estar, no concerto, a ouvir o velho "bocas" e abanar o capacete, como se fosse o último dia da minha vida.

O meu Bizinho, ontem à noite, veio tocar-me à campainha, ainda não eram dez horas, queixando-se que já passava da meia-noite e eu tinha a música muito alta. Foi entrando, como quem não quer a coisa, "deitando o olho" de mansinho às minhas três convidadas.

- "Vizinha, por que é que as suas amigas têm todas um barrete e um pano da loiça na cabeça?", cuscou.

Fiquei surpreendida. Juro que nunca tinha olhado a coisa por esse prisma. As moçoilas são assistentes de bordo e estavam fardadas a preceito. Este meu "Bizinho" é o máximo.

- "Bizinho", não vê que é uma farda de uma companhia aérea?

Nem me respondeu. Foi andando em direcção à cozinha, onde se pôs a destapar os tachos e as panelas.

- "Vizinha, não tem nada que se trinque? Apetecia-me algo."

Mau mau, Maria. Isto traz água no bico, pensei eu.

- Mas o Bizinho veio para eu parar com a música, ou veio para jantar? Sirva-se do que quiser mas depois vamos à cave ver os livros que disse que me ajudava a catalogar.

Pensava que a ameaça ia surtir efeito, mas qual quê? Apranchou-se ao caldo verde e aos carapaus fritos com arroz de feijão, como se não houvesse amanhã. Lá pus outro prato na mesa e convidei-o para a janta.

Até que foi muito agradável e um serão bem passado, com o meu Bizinho e as minhas amigas. Ficou surpreendido por eu dizer que adorava pataniscas de bacalhau, peixinhos da horta com arroz de ervilhas e chocos com tinta. Fez-me prometer que ia aceitar o convite dele para almoçar no Joaquim dos Petiscos. Fiz-me de esquisita, mas aceitei logo antes que ele se arrependesse do convite e mudasse de ideias. É que eu adoro comer no Joaquim dos Petiscos.

Depois de uma noite muito animada, de cantorias e conversa até de madrugada, o meu Bizinho despediu-se agradecendo o jantar. Já passava da uma da manhã.

- "Vizinha, já reparou nas belas rosas que tem no seu jardim?", atirou, nada a propósito, à laia de despedida.

Eu sabia que o meu Bizinho é um coração de manteiga que não suporta despedidas.

- Bizinho, estou a pensar em fazer uma "tatuage" na nalga. Que pensa disso?, respondi-lhe eu.

- "Você é mesmo doida, Vizinha! Tem algum jeito tatuar uma rosa no rabo?".

O meu Bizinho é um "must"!

Adivinha-me os pensamentos.










sexta-feira, 23 de Maio de 2014

FIM DE SEMANA "EUROPEU"



Se não tivesse marcado vôo  para Portugal, com antecedência, a esta hora estava fodida  pois teria de ficar em terra, apesar de querer, muito, ir votar nas Europeias e  ter uma consulta marcada, terça-feira, com o ortopedista da maior parte dos jogadores de futebol da Invicta  e não só, por causa da minha "patinha".

Parece que todos os caminhos mundiais vão dar a Lisboa e amanhã, por esta hora, já devo estar junto dos meus melhores Amigos portugueses, a tirar "selfies", como é da praxe. 

A final Real Madrid - Atlético de Madrid e o Rock in Rio,  este último com maior destaque, quanto a mim, para o concerto dos Rolling Stones, estão a colocar  Portugal no mapa e a originar uma boa entrada de divisas.

Mas não há bela sem senão. Acho que é nestas alturas que a ASAE deveria entrar em campo e ter mão pesada, porque segundo a imprensa e dois Amigos jornalistas madrilenos,  os preços pedidos  por  um simples quarto num hotel rasca, rondam o escabroso, o que não contribui em nada para uma boa imagem do Povo Portuga.

Autêntico oportunismo como aquele que me fez envergonhar, quando li num jornal francês os preços que os comerciantes portugueses faziam aos peregrinos, no 13 de Maio. Simplesmente bárbaro e escandaloso!

Como sou uma moçoila muito sensível a este tipo de coisas e apoiante do Real, vou ter a casa cheia de Amigos de três nacionalidades. Uns para a final e outros para o Rock in Rio, todos eles meus convidados. 

O que eles não sabem é que vamos ter de tirar montes de "selfies" e fazer corridas de cadeira de rodas.





 

quinta-feira, 22 de Maio de 2014

PENSAMENTO DO DIA


É isso mesmo!

CRITICAM, CRITICAM, MAS ......


É uma questão de ADN.

O Gene já nasceu connosco.

terça-feira, 20 de Maio de 2014

"PALITO" IRREDUTÍVEL



Agora é que nunca mais o encontram.

UM EXEMPLO DE COMO O ROCK PODE SER "CLÁSSICO"