domingo, 11 de novembro de 2007

UM JANTAR COSMOPOLITA



Perguntaram-me os colegas estrangeiros, durante o jantar de S. Martinho, por que motivo o Primeiro Ministro de Portugal andava sempre eufórico e aos abraços nas Cimeiras e nas reuniões com os representantes dos outros países.

Embatuquei.

Por que será?

Vão ver que é um novo ritual de socialização, daqueles que os macacos fazem. Estes para serem aceites no grupo, põem-se a catar a piolhice do macho dominante.

Lá tive de traduzir também a célebre frase "Porreiro, pá!".

Eles riram-se mas eu não achei graça nenhuma.

No meu íntimo, não pude deixar de pensar: Se Portugal vai ser o rosto da Europa durante seis meses e esta ficou com cara de cú, por esse motivo, agora vamos ser também o papel higiénico da Europa, para o resto das nossas vidas.

Tudo isso graças aos abraços do nosso Primeiro Ministro e ao Tratado de Lisboa.

É fodido, pá!

Sem comentários: