sábado, 9 de fevereiro de 2008

A PONTE



Acreditaram

E embandeiraram em arco.

Aquilo que foi, já não será.

A dúvida instala-se

Com os seus tentáculos

De mentira programada.

Só os ingénuos acreditaram

Naquela bondade calculada

Em função da inocência de um Povo.

Abre os olhos Povo

E corre com eles.

Sem comentários: