terça-feira, 1 de abril de 2008

HIV



Tenho um caso entre mãos, que me tem feito perder o sono e a vontade de brincar.

Um casal heterosexual, na casa dos cinquenta e oito anos, em que o homem é portador do vírus HIV, sem que a outra parte o saiba.

Ele quer pedir o divórcio, ao fim de quarenta anos de matrimónio, porque não tem coragem de encarar a mulher que o amou uma vida inteira e lhe deu quatro filhas.

Não tem coragem de lhe dizer que lhe foi infiel, quando ela o julgava a melhor pessoa do mundo.

Entre lágrimas, confessou-me: "Foi só uma vez, uma única vez. Não sei o que me deu naquele dia, porque sempre amei a minha mulher e ainda a amo muito. Não quero infectá-la e por isso quero divorciar-me. Foi só uma única vez. Por favor, ajude-me!".

Meu Deus, por favor, faz com que eu esteja à altura.

Sem comentários: