domingo, 13 de abril de 2008

O BI-DOUTOR



Tenho-me divertido imenso, por estes dias.

Temos um colega novo que é um cromo.

Ou melhor, é um "Cromagnon".

É licenciado em Direito e em Sociologia.

A secretária passou a texto um trabalho dele, manuscrito, que se destinava a uns autos.

Por aqui, não costumamos anteceder os nomes nem as assinaturas, de "Dr.".

O homem reclamou, por escrito, à Administração.

Vai daí, a jovem secretária, furiosa, acrescentou à assinatura do dito, o título de "Bi-Doutor".

Lá tive que gerir a crise e serenar os ânimos.

Que seria de mim, sem estes pedacinhos de vida que tanto me divertem e fazem história?

Sem comentários: