sexta-feira, 11 de julho de 2008

CONTRACEPÇÃO



Hoje foi um dia assaz movimentado.

Foi inaugurado o novo hospital de cuidados continuados, na Santa Casinha dos Pobres do Barreiro, com especial destaque para a sua nova unidade de contracepção.

Como anda por lá um misericordioso míope, tomador de Viagra e Ciális, que ataca as sopeiras e a cozinheira da cozinha nova, nas horas de expediente, o Confrade-mor exigiu que o dito fosse esterilizado, para obstar a que nasçam mais crianças anormais, contribuindo deste modo, de forma eugénica, para a pureza da raça na cidade do Barreiro e arredores.

Como foi utilizada uma nova técnica cirúrgica muito em voga no Afeganistão, fui contactada para, como representante do MP, fiscalizar a operação e garantir que fossem observados todos os procedimentos.

Como levei a minha digital, registei para a posteridade a imagem do dito cujo, já na mesa de operações, sob os cuidados de um cirurgião vindo especialmente de Viseu, para efectuar a intervenção.

Sem comentários: