terça-feira, 21 de outubro de 2008

HERESIA OU ARTE?



O sapo crucificado é uma obra polémica do falecido artista alemão Martin Kippenberger, que a criou no ano de 1990.

Segundo dizem, representa o próprio autor que era feio e alcoólico.

Ainda se encontra exposta no museu italiano de Bolzano, apesar de Bento XVI ter movido o céu e a terra, para que fosse retirada da exposição.

As questões que se põem são as seguintes:

Heresia ou arte?

Hipocrisia ou convicção?

Quem atira a primeira pedra?

Sem comentários: