sexta-feira, 30 de janeiro de 2009

30.000



Este blog já ultrapassou a barreira dos 30.000 visitantes.

Quando em Maio de 2007 o construí, fi-lo com a certeza de que seria lido apenas por alguns amigos e colegas.

Enganei-me!

Recebo muitos mails de pessoas que não conheço. Uns que me incentivam e outros que me querem deitar abaixo.

A todos leio com o mesmo interesse e respondo.

Ultimamente tem-me sido muito difícil vir aqui. A net, onde estou, não funciona nas melhores condições, de modo que tenho de mandar os textos por mail a um amigo em Portugal, que faz o favor de os "postar" por mim, em virtude de eu muitas vezes não conseguir aceder aos blogs.

Ele já se riu comigo e disse que possivelmente será "o tal" que não quer que eu ande por aqui a azucrinar como forma de pagamento pelas coisas más que tem dito de mim.

Como tenho tido muito trabalho e não sou imensa, mais dia menos dia vou ter de desistir.

Com muita pena minha.

Um abraço para todos e, se eu não aparecer, é porque não me é possível.

Beijokas para todos.

domingo, 25 de janeiro de 2009

ROAMING



Alerto os meus amigos e todos aqueles que pensam ligar-me para os dois telemóveis (91e 96), que fiz roaming e que as chamadas ficam bastante caras.

Quem me ligar está a pagar forte e feio e eu também pago.

Por isso aconselho-vos a ligarem-me para os telefones fixos da empresa em Oslo. A minha extensão é a 1022. Se eu não estiver, falem com a Ann Brunn ou com o Horst e deixem-lhes o recado que eles sabem como me contactar.

Podem falar em qualquer língua porque há dois telefonistas portugueses e os outros quatro são todos poliglotas.

A Isabel tem os meus contactos todos.

Beijokas.

sábado, 24 de janeiro de 2009

SÓ PARA DIZER OLÁ!



UF! Finalmente Internet!

Tem sido difícil vir aqui, não porque eu não quisesse, mas porque só hoje à tarde me instalaram net em casa.

A acrescer a esse facto tenho o meu tempo super preenchido.

Para além do trabalho na empresa e na Universidade, tenho de arranjar tempo para aprender norueguês.

Agora terá mesmo de ser. Ontem inscrevi-me novamente e com esta é já a 3.ª inscrição que faço, porque acabo sempre por não ter tempo disponível para frequentar o curso na íntegra.

As más línguas dirão que com tanto tempo de Noruega, ainda não aprendi norueguês. Não é nada disso.

É sabido que burra velha não aprende línguas e cria hábitos. Hábitos bons e maus, manhas e preguicite aguda.

Pois bem, depois de 14 horas de trabalho todos os dias, a tentar ser criativa, não há disposição que resista.

Saio de casa cedíssimo com temperaturas negativas e com o cérebro prestes a congelar.
As viagens de autocarro têm sido uma aventura porque, como tenho medo de conduzir com gelo, optei por me sujeitar àquele meio de transporte.

Acho que estou a chegar à conclusão que não tenho muito mais espaço no meu cérebro, para assimilar novas palavras, ou antes, uma língua que, não sendo muito dificil, é completamente nova para mim.

Os colegas noruegueses falam comigo em inglês e alemão e por vezes até dizem pequenas frases que já vou entendendo. Lógico que eles também não têm tempo disponível para me estarem a "dar aulas" de norueguês.

O meu colega preferido está sempre a dizer-me que não compreende como tendo eu também formação superior em línguas, não falo a língua, e compara-me com outros estrangeiros que cá estão e que já falam fluentemente.

As aulas de norueguês só são de borla para os refugiados ou os estrangeiros casados com noruegueses.

A escola só tem aulas nocturnas uma vez por semana, e por isso se torna mais dificil a minha aprendizagem, porque se fossem aulas diárias, estou certa que conseguia chegar ao Barreiro em Maio, a falar e a escrever fluentemente norueguês.

Tenho sorte porque a minha empresa paga-me o curso. Não fora isso, teria de desembolsar 2.700Kr, quase 600€, fora a bibliografia.

Hoje estava eu muito bem a ver no computador, o streaming do "Jornal da Tarde" da RTP, quando de repente... foi-se... internet para o "galheiro". Ainda tive tempo de mandar um e-mail ao meu amigo Kira, mas não sei se o terá recebido, porque não me aparece nos items dos enviados.

Sem internet, sem televisão (sim, ainda não tenho televisão desde que me mudei para esta nova casa - tinha na outra porque pertencia ao senhorio), lá terei mesmo de me agarrar ao norueguês (salvo seja!).

O tempo tem estado péssimo, neve e chuva, todos os fins-de-semana. Hoje nem saí de casa.

O pessoal aqui bebe-lhe bem. Quando vão para a night, já vão bem bebidos pois as bebidas aqui são muito caras e deve ser a forma que eles encontram para não gastar muito dinheiro. Vão bem "atestados" de casa, para beberem menos nos pubs.

Como não bebo e sou muito friorenta, prefiro ficar em casa bebendo o meu chá quentinho e escrevendo coisas que me vão na alma e que não consigo exprimir de outro modo que não seja a escrita.

Ora aqui está em resumo o meu fim-de-semana.

Vou fazer os possíveis para continuar a vir aqui, dando conta das impressões do meu dia a dia nesta cidade que foi de Ibsen.

Morro de saudades de Portugal, da minha família e de todos aqueles que considero meus amigos.

Desculpem se não me dirijo em particular a cada um de vós.

Um beijo e um forte abraço para todos.

Logo que me fôr possível, voltarei aqui para escrever qualquer coisa.