segunda-feira, 6 de abril de 2009

A VELHA CASA DA MURALHA


Sempre tive um grande fetiche por casas velhas e tenho um fascínio muito grande por janelas.

Nas minhas andanças pelo Norte de Portugal, comprei uma casa numa aldeia, casa essa a caír de podre, mas que penso agora reconstruir.

É toda em pedra e teria sido uma casa de habitação, não fosse as grades de ferro que ornamentam as janelas.

Alguém da aldeia me disse que existe uma lenda à volta daquela casa. Diz a lenda que o senhor daquelas terras era casado com uma mulher muito bela, que um dia se enamorou de um pobre pastor.

Contam que o pastor terá aparecido misteriosamente morto junto ao seu rebanho, na montanha, e a bela senhora encarcerada, até morrer, pelo seu marido tirano.

Dizem que os seus fantasmas ensombram, até hoje, a casa e os caminhos da aldeia e que foi um risco eu tê-la comprado, porque não vou conseguir lá viver.

Como sou curiosa demais e não acredito em fantasmas, faço conta de lá passar uma boa parte das minhas férias, quando estiver reconstruida.

Da maneira que eu sou, acho que não vai haver fantasma que resista.

Sem comentários: