terça-feira, 8 de setembro de 2009

O SAPO



Hoje o PSB engoliu o maior sapo da sua história.

A inauguração do Mercado 1.º de Maio não podia ter corrido melhor e foi um sucesso.

Viram-se sorrisos nos rostos daquelas pessoas simples que laboram como operadores nas diversas lojas e bancas, daquele espaço. Todos foram unânimes em admitir que o Mercado 1.º de Maio tem agora condições excepcionais e rivaliza com qualquer congénere europeu.

De um modo geral, até os mais críticos deram a mão à palmatória, porque a obra ficou bonita de se ver.

A estátua de Alfredo da Silva foi a cereja no topo do bolo e constituiu a grande surpresa, tão bem guardada durante o tempo que duraram as obras.

O holandês afirmou alto e bom som, sem qualquer pejo, que a CMB está bem entregue a Carlos Humberto.

Vi lá três monos, com o seu ar enfastiado, debaixo de um sol abrasador, trajados de escuro, quais aves de mau agoiro.

Até me admiro como nenhum deles ainda não se apressou a escrever um artigo de opinião no "Rostos", reclamando a paternidade da obra do Mercado 1.º de Maio, para o PSB.

Só faltava essa!

Sem comentários: