domingo, 3 de janeiro de 2010

REGRESSO


Eis-me de volta, apenas para me despedir dos muitos amigos que tiveram a pachorra de me ler e comentar ao longo dos últimos três anos.

Estive naquele que é o meu País, onde um dia serei sepultada, debaixo de uma mulemba.

Estes últimos quinze dias, preencheram-me a alma e fiquei com a certeza que voltarei sempre.

Voltarei às chanas e às anharas, às mololas e aos muxitos, ao Maiombe e aos sons da mata, ao rio Chiloango, Bentiaba e Pirangombe, ao Bengo e ao Catumbela, África minha.

A foto é do letreiro que mais se vê em Angola, principalmente no Norte. Foi tirada à ida para o Dinge, uma povoação a 80 km de Cabinda, a caminho do Chimbete.

Sem comentários: