domingo, 31 de outubro de 2010

QUEM TRAMOU FERNANDO NOBRE?



O "pó" que "eles" têm ao Manuel Alegre é tão grande e querem tanto que seja o Cavaco a ganhar, que até puseram o maganão do Senhorio, a fazer-lhes um favorzinho político, acusando publicamente o candidato Nobre, de caloteiro inveterado.

Ponha-se a "pau", Dr. Nobre.

Olhe que, afinal, "eles andem aí".

ALA, QUE SE FAZ TARDE!



Os "ratinhos" já começam a abandonar o "barco".

É a primeira "baixa" no segundo governo de Sócrates.

O Secretário de Estado da Justiça, João Correia, demitiu-se na sequência da recondução de uma "girl" que o Senhor Ministro da Justiça achou por bem trocar por um "boy".

O Homem não gostou de ter sido desautorizado e bateu com a porta, mas fica até ao final do ano, a pedido do Ministro.

Como é da praxe, em Portugal, acredito que brevemente iremos ler algures, a sua nomeação para Administrador de qualquer coisa, a ganhar balúrdios.

HAPPY HALLOWEEN!



Que é como quem diz: feliz dia das bruxas!

Como diz o ditado: "Não acredito em bruxas, mas que as há, há".

O que há mais por aí, são bruxos e bruxas a tentar dar-nos cabo do juízo.

Mas o que é preciso é ter calma, porque não é nada que uma boa "macumba" não possa resolver.

Divirtam-se que eu vou fazer o mesmo.

sábado, 30 de outubro de 2010

"FIAT JUSTITIA, RUAT CAELUM"



Um dia destes, recebi de um amigo, num dos meus vários telemóveis, um “link” de uma página de Facebook, onde a autora indicava, de entre muitas outras coisas ridículas e disparatadas, que uma das suas actividades preferidas era a “Maçonaria”.

Fiquei perplexa e ao mesmo tempo incrédula, porque, a dita cuja, agora é figura pública e custou-me a acreditar que seja assim tão burrinha e inconsequente.

Mas outros há, da mesma “estirpe” e com maiores responsabilidades, que também se têm afirmado “maçons assumidos”.

Por associação de ideias, lembrei-me de Aleister Crowley, pioneiro do ocultismo internacional, e da jactância da sua presunçosa personalidade e gabarolice.

As "Sociedades Secretas" mais populares e referidas, são a Maçonaria e a Ordem dos Rosa Cruz. Porém, em cada época, em cada civilização, em distintos momentos e circunstâncias da evolução da espécie humana, existiram diversas outras Ordens Iniciáticas, Ordens Secretas, Lojas, Confrarias, Monastérios, Escolas Filosóficas, Escolas de Mistérios, que acabaram, todas elas, por contribuir para a decadência do género humano.

Com o evoluir dos interesses e das necessidades pessoais, a Maçonaria actualmente não passa de uma confraria de pessoas interessadas unicamente em manter ou obter privilégios económicos, sociais e politicos, para si e suas famílias, tendo os seus membros como objectivo primordial, manterem-se no topo da pirâmide social, influenciando e manipulando todos quantos lhes possam proporcionar lucro e benefícios.

Vejamos quem são aqueles que em Portugal se dizem “maçónicos”. Todos eles são políticos conhecidos, dos vários quadrantes políticos e partidários. Autênticos lobos vestidos com pele de cordeiro.

Organizam-se em sociedades secretas, elitistas e preconceituosas, mas toda essa busca de privilégios, enganos mútuos e a tal fachada filantrópica que tanto apregoam, tem por trás uma base mergulhada na doutrina das escolas de mistério babilónicas, de que Crowley foi o difusor.

A Maçonaria devia ser extinta, pelo menos em Portugal. Não é uma religião, mas é uma sociedade secreta, com ritos secretos, rituais hierárquicos e ainda mais secretas e estranhas iniciações levadas a cabo em casas particulares e hotéis de luxo. Extinta, porque conspira, claramente, contra o Estado de Direito, contra a democracia, contra a liberdade de escolha, já que defende um universo matemático, com estranhas regras sociais, simultaneamente liberais e totalitárias, das quais o "Grande Arquitecto", o Todo-Poderoso Lúcifer é o maior e mais digno representante. Extinta, porque nas últimas décadas, na ganância de ver os seus objectivos rapidamente alcançados, como seja a destruição da igreja católica e a implementação de cultos satânicos,por toda a sociedade, aliou-se a todo o tipo de organizações mafiosas e corruptas, que se multiplicaram e se auto-alimentaram em parcerias infindáveis de tráfico de influências, com o objectivo de serem eles os únicos a manipularem todo o capital português. Ao infiltrarem-se nas maiores empresas, bancos, política, com o único intuito de fecharem a “rede”, conseguiram atingir o objectivo.

Não é à toa que eclodiram, a partir do final dos anos 80 do século XX, inúmeras Universidades privadas, com fortes apoios da então CEE. E as estatais gozaram dos mesmos privilégios financeiros, embora pela "mão" do Governo. Desde logo, a maçonaria, nessa altura maioritariamente "invadida" por militantes e simpatizantes do PSD e do PS, emergentes de uma recente criada classe de empresários abastados, à custa dos subsídios comunitários, começou a colocar os seus "infiltrados" em todos os cargos que podia, nas diversas Universidades criadas de novo, como a Independente, com maior incremento das faculdades de arquitectura.

Assim, algumas dessas Universidades desenvolveram exponencialmente os seus cursos com o principal objectivo de criarem exércitos de súbditos, professores e alunos, que serviriam esta causa nos anos posteriores, até ao ponto de conseguirem controlar todo o mercado, e por consequência todo o dinheiro ligado à construção civil e aos serviços. Distintos professores são alguns dos veneráveis franco-maçons, todos grão-mestres que contribuiram para a total manipulação deste "mercado".

Conseguiram o tal exército de alunos e professores, aos quais "obrigaram" a frequentar mestrados e doutoramentos, como forma de consolidarem as suas posições na hierarquia universitária. Hoje, todas essas Universidades são totalmente controladas por maçons. Todos grão-mestres do GOL e todas as Universidades privadas que entretanto criaram mais cursos de arquitectura, igualmente. Os mesmos professores desdobravam-se a dar aulas em várias destas faculdades, não só para terem ordenados chorudos, mas para evitarem que outros roubassem as posições privilegiadas dos maçons.

É claro que todas as grandes empresas são todas de maçons e de alguns Opus Dei que, em conjunto, manipulam os negócios a nível nacional, operando em parceria com os políticos, as Câmaras Municipais, as imobiliárias, os promotores, os construtores e são elas que conseguem "fazer passar" os projectos pelos "exigentes" crivos da burocrática máquina de licenciamentos municipais, que envolve cada vez mais pré-aprovações de inúmeras entidades, por forma a facilitar o "jogo" mafioso da aprovação.

Em Portugal, os “Illuminati” ganharam a “batalha”. Agora basta-lhes fazer cumprir as suas regras internas e materializar o renascer do fascismo salazarista, com o qual sonham desde o 25 de Abril.

Se o governo de Sócrates ainda não caiu, é porque o grande GOL acha que ainda não é a altura certa, pois ainda há muito para roubar.

Somente uma revolução popular poderá acabar com este estado de coisas.

O SEXO EM PORTUGAL

O REI DA SUCATA



Manuel Godinho vai ser louvado e condecorado pelo governo de Sócrates.

Apesar desta crise, ele contribuiu para o aumento do PIB nacional.

Num ano, este conhecido empresário gastou um milhão de euros só em "luvas" fabricadas em Portugal.

O fornecimento foi comprovado pela Tia Judite que não deixa escapar uma.

sexta-feira, 29 de outubro de 2010

QUEM TEM MEDO DO FMI?


O Dr. Silva Lopes, aos 77 anos, foi nomeado Administrador da EDP Renováveis, após ter deixado de ser Administrador do Montepio Geral, de onde recebeu uma indemnização no valor de mais de 400.000 euros, a juntar à correspondente reforma e ainda à choruda reforma que aufere como ex-governador do Banco de Portugal.

Esta criatura foi a tal que também defendeu recentemente o congelamento de salários e o não aumento do salário mínimo nacional, a bem da competitividade da economia portuguesa.

Na última entrevista que deu aos orgãos de comunicação social, demonstrou o seu pavor à vinda do FMI a Portugal, pois, a seu ver, tal terá graves implicações nos cortes salariais e nas leis laborais portuguesas, em virtude de as medidas de austeridade que terão de ser implementadas, para salvar a economia.

Pois é, meu Caro Dr., se o FMI tiver que vir, que venha, pois nós os portugueses que trabalhamos afincadamente e damos no duro, já estamos cansados de sermos gamados indecentemente por parasitas que vivem à custa daquilo que produzimos e que são pagos a peso de ouro, com os nossos impostos.

Seria muito bom que o FMI viesse DE UMA VEZ POR TODAS e começasse por disciplinar os lucros da banca, os ordenados de alguns "gestores", que em muitos casos são largamente superiores ao que ganha o Presidente da República Portuguesa, os off-shores e os cambalachos entre empresas, que são feitos por aí à descarada.

Seria muito bom que o FMI promovesse a extinção de todos aqueles Institutos que foram criados apenas para acoitar "boys" e "girls" sem qualquer qualificação profissional, que o único mérito que possuem é o de andar a colar cartazes e a agitar bandeirinhas nas campanhas eleitorais.

Claro que o meu Caro Dr. também seria apanhado na "maré", pois é dos tais que recebe por vários "carrinhos".

Olhe, eu não me importo nada que venha o FMI. E, como eu, tenho a certeza que a maior parte dos portugueses que vivem do seu trabalho e pagam os seus impostos, também não.

Venha ele, o mais rápido possível.

Senão, qualquer dia destes, não muito distante, teremos por aí os chineses a obrigar-nos a comer só arroz chao-chao.

MAIS UM CROMO NA POLÍTICA



A foto foi tirada em Lamego.

O homem é deputado do PS e, no seu CV, lê-se que é licenciado em "Humanidades".

Fiquei na mesma. Não sei que Curso é esse.

Destaca-se o mau gosto e o ridículo da placa, um pouco ao estilo funerário.

Qual terá sido a ideia?

O pessoal lá da terra, diz que é para os fornecedores não se enganarem nas entregas.

Será?

Não acredito.

Valha-lhe ao menos que, sendo Mestre em História Medieval e doutorando da mesma área, indicou como profissão, professor do ensino secundário e não caiu na tentação de se intitular "Historiador", o que conta muitos pontos a seu favor.

quarta-feira, 27 de outubro de 2010

CULPADOS!



Agora deitam as culpas para a crise económica internacional.

Não admitem o fartar vilanagem com que, durante quinze anos, administraram o erário público português.

Carros topo de gama, brutas almoçaradas e jantaradas, admissão de pessoal não qualificado, a ganhar balúrdios, tráfico de influências, despesismo e regabofe total.

Empurram de uns para os outros e negam, negam com a maior desfaçatez e irresponsabilidade de que há memória.

O que é facto, é que fizeram com que Portugal esteja agora na cauda da Europa e ocupe o trigésimo segundo lugar do ranking da corrupção, de entre os 178 países considerados.

DO ANEDOTÁRIO TRANSMONTANO



A criada diz para o Padre: "Sr. Padre, o nosso vinho da missa acabou agora mesmo de chegar!"

O Padre responde: "Maria, não é o nosso vinho da missa, pois tu não tens o direito de o beber. Tu deves dizer o SEU vinho da missa. Compreendes?"

No dia seguinte a Maria diz-lhe: "Sr. Padre a sua madeira para o aquecimento chegou!"

Diz o Padre: "Maria tu deves dizer a NOSSA madeira para o aquecimento, pois ambos nos servimos dela! Compreendeste desta vez?"

"Sim, Senhor Padre", disse a Maria.

"E é tudo por hoje Maria?"

"Não" responde a criada. "Sr. Padre, tem a SUA braguilha aberta, e o NOSSO pirilau está a espreitar cá para fora".

terça-feira, 26 de outubro de 2010

MORREU O PAUL



Segundo as notícias, o Aquário de Oberhausen, na Alemanha, está de luto.

Morreu Paul o famoso polvo que se distinguiu no Mundial de 2010, com as suas acertadas previsões sobre os jogos das várias selecções.

Talvez os responsáveis do Aquário, queiram vir a Portugal, negociar a compra daquele outro polvo grande e gordo, bem alimentado a robalos do mar, que tem andado por aí, e que goza de excelente saúde.

BIN LADEN COMENTA A INTRODUÇÃO DE PORTAGENS NAS SCUT

HITLER A FAVOR DAS PORTAGENS NAS SCUT

A GOLPADA





O palhaço tirou mais um gambozino da cartola.

Desta vez, pediu ao seu amigo Hugo que lhe fizesse o frete de vir até Portugal ajudá-lo a enganar o Zé Povinho, com o conto do vigário.

"Ele não vai levar um, nem dois, nem três barcos. Vai levar dois barcos, mais um ferry e encomendar mais outros dois", tal e qual como os vendedores da banha da cobra.

Meteu os pés pelas duas mãos e toca de engendrar um esquema, fazendo acreditar à populaça que Chávez será o salvador da Pátria, ao fazer tantas encomendas, ao dar tantas beijokas e tanto dinheiro a Portugal.

Ele é petróleo ao preço da chuva, ele é barcos, ferries, Magalhães, casas pré-fabricadas, energias renováveis, eu sei lá que mais, à espera que os portugueses vão na "corrida".

Já agora, podia ter-lhe impingido mais os dois submarinos. Assim, como assim, não nos fazem cá falta nenhuma, já que há muito tempo estamos mergulhados em merda.

Só que ele não sabe que nós sabemos que "mon ami Chávez" ainda não pagou a totalidade das encomendas que fez, quando esteve cá há três anos e que há empresários portugueses a "ganir", por esse motivo.

Por este andar, não vai tardar muito, seremos uma colónia da Venezuela.

Por isso, Pessoal, toca a aprender a língua de "nuestros hermanos".

"Por supuesto!"

segunda-feira, 25 de outubro de 2010

O PIOR DE TODOS



Foi eleito pelo Financial Times, o pior Ministro das Finanças da UE, entre os 19 avaliados.

Por isso, isto tinha que dar no que deu.

domingo, 24 de outubro de 2010

O TROCA TINTAS



Por bem menos do que isto, assassinaram o nosso Rei D. Carlos.

sábado, 23 de outubro de 2010

OBRIGADO MEU DEUS, POR MAIS ESTE TACHO!




Este "Branquinho" não "lava" mais branco.

Depois de fazer parte de uma comissão de ética, que averiguava as "promiscuidades" existentes entre duas empresas cuja actuação se fartou de criticar, caiu em tentação e bandeou-se para o lado de lá.

A ambição e a sede de poder são desmedidas, para aqueles que querem subir facilmente na vida, empenhando os valores fundamentantes do bom carácter e da boa formação moral e intelectual.

Graças ao "detergente" Ongoing, a bancada do PSD vai ver-se livre desta nódoa.

Não há dúvida de que estes "políticos" estão, cada vez mais, sem vergonha na cara.

UM "SAPO" CHAMADO ALEGRE



Hoje, no divertido jantar das sextas-feiras, ali para os lados do Forum do Barreiro, em conversa com um amigo militante socialista ferrenho, daqueles que torcem pelo PS, como eu torço pelo Benfica ou pela Académica de Coimbra, já com um "grão na asa", jurou-me a pés juntos que não irá votar no Manuel Alegre.

"Jamé! E, como eu, outros camaradas meus irão fazer o mesmo, aqui no Distrito", disse-me ele.

Estes socialistas, quando se embebedam, só dizem disparates, pensei eu.

Mas afinal o Manuel Alegre não é o candidato apoiado pelo Partido Socialista?

Já começo a ficar baralhada, eu que até nem bebo bebidas alcoólicas.

Mas tudo é possível.

Já nada me surpreende aqui por estas bandas.

A DÍVIDA PÚBLICA



Quem ouve falar este Ministro das Finanças, até parece que a culpa não é deste (des)governo.

Fala como se só agora tivesse tomado conta da Pasta das Finanças e não tivesse nada a ver com o descalabro.

O pior é que, no meio de toda esta incompetência, quem está a ser "coisado" somos nós.

E já não há posição que aguente.

sexta-feira, 22 de outubro de 2010

PORTUGAL JÁ FEDE POR TODOS OS LADOS



Agora são as grandes superfícies a poderem abrir todos os dias, com a desculpa de que será em benefício dos trabalhadores desempregados. Segundo o que dizem os patrões, irão ser criados mais de dois mil postos de trabalho.

É de rir. Ainda tenho na memória a famosa promessa da criação dos tais 150.000 empregos, feita pelo mentiroso compulsivo, quando da sua campanha para as legislativas, empregos esses que ninguém conseguiu em lado nenhum.

Portugal já é um penico sem fundo, onde quem fica sempre borrado são aqueles que trabalham no duro e pagam impostos.

Por isso, meus Caros, ponham-se a jeito e preparem-se para serem sugados até ao osso, porque esta história da crise, só se reflecte em quem vive exclusivamente daquilo que ganha com o seu trabalho.

quinta-feira, 21 de outubro de 2010

A MINHA "SHAKIRA"



É linda, chama-se "Shakira", foi um presente de alguém de quem gosto muito, e veio aumentar a minha Arca de Noé.

Dizem os mais pessimistas, que qualquer dia tenho um crocodilo na banheira.

Por acaso, também gosto de crocodilos. É um bicho que me fascina.

quarta-feira, 20 de outubro de 2010

"SER OU NÃO SER...."



Pedro Passos Coelho agora também já aprendeu a fazer "fosquinhas".

Compreende-se o seu dilema da aprovação ou rejeição do Orçamento, à luz daquela velha máxima de que se a demissão de Sócrates e do seu governo, por um lado é a solução, por outro será também o problema.

É que se ainda não se disse que isto já bateu no fundo, é porque com Sócrates e "sus muchachos", haverá, sempre, mais uns degraus para descer.

UMA FOSSA FEDORENTA DISFARÇADA DE ROSEIRAL



Até há muito pouco tempo, Portugal era um mar de rosas, na boca do maior mentiroso compulsivo de que há memória no nosso País.

Dizia ele que o País estava a crescer, o PIB a aumentar, o desemprego a diminuir e que não havia razões para alarme, pois tudo ia de vento em pôpa, graças ao esforço dispendido por si próprio e pelo seu Governo, em fazer o País crescer, através do combate ao défice e de políticas de contenção de despesas e de fomento ao investimento.

Está-se mesmo a ver a contenção e o investimento.

Acusou o líder do maior partido da oposição, de querer acabar com o Estado Social, se a sua (dele) proposta de revisão Constitucional passasse na Assembleia da República.

Tentou fazer passar a mensagem de que, se o PSD fosse poder, Portugal cairia nos quintos dos infernos, com tanta desgraça que viria por aí.

E agora, Senhor Primeiro-Mentiroso?

Que solução vai desencantar agora, para limpar esta fossa gigantesca em que transformou Portugal, com a sua política de merda?

Mas está-se cagando para isso, não é?

Deve dizer para os seus botões que não tem nada a ver com isso, pois os idosos e os carenciados que estão neste momento na miséria e a passar fome, não são da sua família, não é verdade?

Lá para Maio/Junho de 2011 já deve estar em Bruxelas, ou num desses Bancos a quem tem oferecido o dinheiro dos contribuintes, todo consolado da vida, a receber um salário chorudo e a rir-se de nós.

Enquanto isso, nós, portugueses, vamos ficar por cá a pagar caro a factura e a limpar a poia fedorenta com que nos presenteou, durante o seu "reinado".

Faça um favor aos Portugueses que já estão fartos de ser espoliados e enganados por si.

Faça algo que nos encha de felicidade.

Demita-se!

terça-feira, 19 de outubro de 2010

OS IDIOTAS



Por falar em caceteiros, ontem jantei no Barreiro, com um grupo de amigos de longa data.

Barulhentos, divertidos, muito amigos do seu amigo.

Prosa muito agradável, companhia fabulosa e cusquice que chega.

À sobremesa, alguém me perguntou: "Tens visto os idiotas"?

"Quem são os idiotas?", perguntei eu.

A resposta não se fez esperar: "Tão amigos que eles eram, tantas declarações de apoio, tantas beijokas na campanha das autárquicas, tantas rosas e agora nem se podem ver. Já foste àquele blogue de que te falei? Então vai, que é para leres como estes socialistas se adoram uns aos outros. Parecem cobras cuspideiras".

Fiquei na mesma.

É coisa que não me interessa.

Mas acho divertida a forma viperina como eles se têm "mimado" uns aos outros, em público e em privado.

E é curioso que se tratam todos por "camaradas".

Um "must".

Por isso, o País está como está.

domingo, 17 de outubro de 2010

PAÍS DE CACETEIROS



Essa coisa de terem inventado a prova de meios de subsistência, através da internet, a fim de não serem cortadas as prestações sociais a quem delas necessita, não passou de um estratagema para "engordar" aquelas agências de contribuintes, que levam entre 10 a 15 euros para preencher impressos de IRS, cartas de condução, fazer requerimentos, etc., etc., etc..

Achei desumano que este governo tenha feito essa imposição, porque há pessoas idosas e deficientes que nem sequer sabem o que é um computador, nem tão pouco podem dispôr de dinheiro para esse efeito. O que recebem de reforma, mal lhes chega para comer, quanto mais para pagar a alguém que lhes introduza os dados no site da Segurança Social.

Eu e um grupo de amigos, resolvemos alterar esse estado de coisas aqui no nosso burgo. E, vai daí, com a colaboração de toda a gente que conseguimos juntar, proprietária de computadores, com acesso à internet, fizemos essa inserção de dados a quem dela precisou, sem cobrar nada por isso. Tudo à borlix, para desespero de quem tem ganho muito dinheiro à custa desses pobres coitados, que mal têm para comer.

O resultado dessa nossa "campanha" foi que comecei a receber ameaças telefónicas de porrada, se continuasse, juntamente com os meus amigos, a ajudar aquela gente.

Mas como não tenho medo de ameaças, quero deixar aqui bem explícito que jamais me deixarei intimidar pelo que quer que seja, ou por quem quer que seja.

O nosso País está dominado por mafiosos e corruptos, por gente sem escrúpulos.

Mas sempre que houver alguém a quem eu possa ajudar, eu vou lá estar, sem cobrar um cêntimo que seja.

Mesmo que seja ameaçada de porrada.

SEM TEMPO



Dirigindo-me à simpática Hilda e a outras pessoas que me têm contactado por e-mail, incentivando-me a retomar a minha actividade bloguística, venho agradecer as Vossas palavras, muito especialmente à "Guerreira" (ela sabe a quem me refiro).

Tenho uma vida pessoal e profissional muito ocupada e quando me propus desistir dos blogues, não tinha a percepção, modéstia à parte, de que a maior parte das pessoas gostava de me ler.

É gratificante constatar que tenho muitos amigos virtuais e outros que conheço pessoalmente há muitos anos e que, todos os dias, dezenas deles me incentivam a retomar esta actividade.

Tento, na medida do possível, fazê-lo. Mas o tempo é escasso e as tarefas muitas, de modo que me sinto dividida entre aquilo que quero fazer e o que não faço.

Vou tentar aparecer por aqui mais amiúde (passe o pleonasmo).

Uma beijoka para todos aqueles que considero meus amigos.