sábado, 15 de janeiro de 2011

O CONCERTO


A noite passada fiz uma directa, para assistir ao concerto de orgão, do organista Sérgio Silva, na Igreja de Nossa Senhora do Rosário, no Barreiro.

Sentia uma certa curiosidade em saber como seria este licenciado em informática e gestão de empresas, a tocar orgão.

Uns amigos barreirenses, sabendo que tenho uma enorme preferência por concertos de orgão, para me atrairem ao Barreiro, no pressuposto de que ficaria, para passar o fim de semana e ir com eles para a "night", informaram-me que também iria actuar o organista titular da Igreja da Lapa, no Porto, Filipe Veríssimo, por quem nutro grande admiração.

"Voei" do Porto ao Barreiro e, quando cheguei, já o concerto ia quase a meio.

Aqueles sacanas, só quando acabou, é que me confessaram a verdade e que afinal não havia também Filipe Veríssimo.

Seja como fôr, adorei a interpretação.

Fiquei surpreendida por estarem tão poucas pessoas a assistir, mas ao mesmo tempo fiquei satisfeita por saber que ainda há pessoas sensiveis no Barreiro, que gostam daquele género de música e que foram porque gostam e não para se mostrar, como costumam fazer algumas figuras ditas "públicas".

Como costumamos dizer, o público era pouco mas era bom, apesar de a maior parte das pessoas apresentar um semblante triste.

O único senão, foi uma viagem de ida e volta que me cansou imenso, pois saí do Porto às sete da tarde e, às quatro da manhã, já estava a atravessar a ponte do Freixo, de regresso aos meus domínios.

Gostei imenso do concerto e faria de novo uma "directa", para assistir a outro igual.

Sem comentários: