sábado, 19 de fevereiro de 2011

ELE CONTINUA A SER UM GRANDE "ARTISTA"


Cheio de pressa, o homem chegou na quinta-feira ao Centro de Saúde de Alvalade e passou à frente de todos os utentes que aguardavam pacientemente, na fila, a sua vez de serem atendidos.

Invadiu o consultório e exigiu à médica, que lhe fosse passado um atestado médico, pois estava com muita pressa, porque tinha de ir apanhar um avião.

Pergunta-se:

Sendo arguido no processo Face Oculta, como poderá viajar para o estrangeiro, sem autorização do Tribunal?

Como é que os serviços administrativos e o segurança permitiram que tal acontecesse?

O homem tinha a consulta marcada, ou vaga de consulta aberta, atribuida?

Foi feita a ficha de contacto e pagos os € 2,25?

Por que motivo um milionário como ele, vai a um Centro de Saúde pedir um atestado médico? Com que intenção?

E por que motivo a médica teve medo e lhe passou o atestado assim "à pato"? Estará com medo dos homens do avental?

Várias perguntas ficarão no ar e caberá a quem de direito respondê-las de uma forma que nos convença a todos e não deixe margem para dúvidas.

Uma coisa não me sai da cabeça. Certamente que aquele atestado médico vai servir para justificar mais uma das suas trafulhices.

O pessoal de Lisboa demonstrou ser muito "soft".

Só tenho pena que o homem não tenha vindo a um dos Centros de Saúde da minha área.

Garanto que ele, em vez de ir apanhar o avião, apanhava o helicóptero do INEM, com destino ao Hospital de S. João.

Sem comentários: