sábado, 19 de março de 2011

DIA DO PAI


O nome, só por si, não quer dizer nada.

Ser Pai não basta. É preciso ser um Bom Pai.

Um Pai verdadeiro, presente, carinhoso, atento, cooperante, responsável, digno, que não utilize os filhos como armas de arremesso, nem atente contra a sua personalidade jurídica.

Para todos os BONS PAIS, desejo uma vida próspera e feliz, na companhia de todos os seu rebentos, sem discriminações. Os concebidos dentro e fora do matrimónio. Os bons e os maus filhos. Os feios e os bonitos. Os burros, os espertos e os inteligentes. Os deficientes e os escorreitos. Os gordos e os magros.

Para ser um Bom Pai, não necessita ser rico. Bastará dar um pouco do melhor de si mesmo, a cada um deles.

Sem comentários: