sábado, 21 de maio de 2011

COMO EM PORTUGAL, FOI PRECISO MORRER, PARA SER FAMOSO E RECONHECIDO


Israel Ka‘ano‘i Kamakawiwo'ole (IZ), ao longo da sua carreira musical, debateu-se com muitos problemas de saúde relacionados com o seu peso excessivo chegando a pesar 343 kg, num corpo com 1,88 m. Em 1997, com 38 anos, faleceu devido a problemas respiratórios causados pela obesidade mórbida.

Um dos seus álbuns mais famosos foi "Facing the Future", de 1993, trabalho que o lançou para a fama mundial, onde consta o tema "Over the Rainbow/What a Wonderful World", uma versão que mistura os dois clássicos da música dos E.U.A.: "Somewhere Over the Rainbow", do filme The Wizard of Oz (O Feiticeiro de Oz), e "What a Wonderful World", onde apenas se ouve a sua voz suave acompanhada pelo seu ukelele, que rapidamente se tornou um êxito mundial e que lhe rendeu vários prémios.

No vídeo podemos ver o momento em que as suas cinzas são deitadas ao mar do Havai, a sua terra natal que ele sonhava ver independente.

Neste momento, e catorze anos depois da sua morte, esta música é um dos maiores sucessos na Europa e podemos constatar que, afinal, não é só em Portugal que os grandes intérpretes só são reconhecidos depois de mortos.

Sem comentários: