quarta-feira, 18 de maio de 2011

VIVER!


Já perdoei erros quase imperdoáveis.

Tentei substituir pessoas insubstituíveis.

E esquecer pessoas inesquecíveis.

Já fiz coisas por impulso.

Já me desiludi com pessoas que nunca imaginei que pudessem desiludir-me.

Mas também desiludi alguém.

Já abracei, para proteger.

Já me ri, quando não devia.

Fiz Amigos eternos.

E Amigos que nunca mais vi.

Amei e fui amada.

Mas também fui rejeitada.

Fui amada e não amei.

Já gritei e saltei de felicidade.

Já vivi de amor e fiz promessas eternas.

Mas também me magoei muitas vezes.

Já telefonei, só para ouvir uma voz.

E apaixonei-me por um sorriso.

Já pensei que fosse morrer de tanta saudade.

Tive medo de perder alguém especial.

E perdi.

Mas vivi e ainda vivo.

Não passo pela vida.

E ninguém deveria passar.

Bom, é lutar com determinação.

Abraçar a vida com paixão.

Perder com classe.

E vencer com ousadia.

Porque o Mundo pertence a quem se atreve.

E a vida é muito, para ser insignificante.

Sem comentários: