sábado, 9 de julho de 2011

FINALMENTE....


Parece que José Sócrates já meteu o pedido de licença sem vencimento, na Câmara da Covilhã, a cujo quadro pertence, na carreira de engenheiro técnico, para poder ir para França, dedicar-se ao estudo da Filosofia.

Mas Licença para quê?

Não percebo.

Não dá para ele ir a França Sábado à noite e regressar na 2ª, logo de manhâ?

Ou será que em França as Universidades estão fechadas ao Domingo?

Sem comentários: