quarta-feira, 7 de março de 2012

VIZINHANÇAS



Recebi uma infinidade de mensagens enquanto estive ausente do blogue.

Disseram alguns "maldosos" que acharam muito estranho o facto de eu ter desaparecido  juntamente com o meu "bizinho" do Barreiro Velho,  e que mais estranho ainda,  foi termos reaparecido no mesmo dia.

Ele com um tema sobre a degradação do Barreiro Velho e eu com a tristeza que ultimamente me vai na alma.  

Dois temas tristes.

Pois bem, para quem não sabe, eu e o meu bizinho não estivemos juntos, embora tenha havido quem dissesse que, finalmente, ele tinha resolvido ajudar-me a catalogar os livros da minha biblioteca.

Foi pura coincidência.

Embora eu e ele tenhamos uma grande afinidade  mental, quase telepática, ele foge de mim a sete pés, porque não gosta que lhe dê beliscões no traseiro.

Adoro dar-lhe beliscões no traseiro e cuscar o que anda a fazer dentro de casa.

Bizinho, ainda estou à sua espera para arrumar a livralhada e chegar às estantes mais altas.

Um dia destes colo o dedinho à campainha da sua porta, para convidá-lo a tomar uma chávena de chá e comer  umas bolachinhas de manteiga que a D.ª Mimi me ensinou a fazer.




Sem comentários: