sábado, 14 de abril de 2012

APESAR DE TUDO, "HOME, SWEET HOME"



O velho ditado inglês é sem dúvida uma realidade.

Depois de umas curtas e bem passadas  férias  de Páscoa, em Cabo Verde, na Ilha da Boavista, eis-me de volta a este mundo virtual que nos transporta até onde quisermos chegar.

A foto é do Duarte Pimenta e ilustra bem o magnífico pôr-do-sol na Praia de Chaves, uma das melhores praias das dez ilhas de Cabo Verde.

Foram oito dias maravilhosos,  passados  no meio de gente sã, hospitaleira e extremamente carinhosa.

Também  havia  "Superbock" e tremoços. Só faltaram os caracois. Mas a cachupa, meu Deus, a cachupa...

Fez-me engordar uns quilitos. 

Não vou "postar"  nenhuma  foto porque não tenho autorização das pessoas que estiveram comigo. Seria uma indiscrição da minha parte,  se o fizesse. 

Mas,  apesar de ter passado uns dias inesquecíveis, nunca deixei de pensar em quem deixei por cá.

Por que será que sempre que regresso de férias e entro em casa, continuo a sentir que cheguei ao Paraíso?

Sem comentários: