quarta-feira, 16 de maio de 2012

EU



Gosto do Tejo.

Gosto quando não há coincidências e as coisas fluem por acaso.

Gosto de ser eu.

Gosto de não ter horas marcadas, nem depender de ninguém.

Gosto de mim.

Adoro-me!

Gosto de ser como eu.

Detesto,  quando deixo de gostar.

Sem comentários: