sexta-feira, 29 de junho de 2012

AQUI JAZ...






Para aquele pessoal que é mesmo meu amigo do peito:


Se eu morrer antes de vocês, façam-me um favor.


Se não quiserem chorar, não chorem e se não conseguirem fazê-lo, não o façam. Podem rir, se tiverem vontade, e até podem contar aquelas peripécias a meu respeito e exagerar um bocado nas histórias que contarem sobre mim.


Sei que vão ter a "divina" tentação que toda a gente tem de me transformarem numa santa, só porque morri. Os Portugueses são assim mesmo e não deixam os seus créditos por mãos alheias, quando consideram que o antípoda de filho da puta, é Santo.


Por isso eu não quero que me aconteça o que aconteceu ao outro, hoje, dia 29/06/2012, depois de esticar o pernil, que agora, em comentários e obituários, só por ter batido a cacholeta, virou "um grande homem", "o rosto solidário de uma cidade", "um querido e bom amigo" "um lutador antifascista, que até foi torturado nos tempos da ditadura", "um benemérito", etc., etc., etc., quando, em vida, todas essas pessoas lhe "malhavam" forte e feio, por não ser propriamente um bom exemplo nem um arauto da santidade.


Não quero lágrimas de crocodilo e se tiverem de dizer alguma coisa sobre mim, digam a verdade. Nada de "dar graxa ao cágado".


Eu vou estar a ouvir e vos garanto que saltarei do meu caixão em chamas, para dar um cachaço a cada um daqueles que se atrever a dizer que eu era "uma santa e grande mulher". Só ficam desculpados se, em vez de grande, disserem que eu era uma mulher boa. Aí poderão ficar descansados que ireis ter toda a minha complacência e podereis acompanhar, de borla, a minha família até ao mar alto, onde as minhas cinzas repousarão para sempre.



Vem isto a propósito de eu ter prometido à minha tia Vivi que a levava a assistir a um funeral, amanhã à tarde, em Lisboa.



É que a velhota pertence a uma Irmandade, é devota de Nossa Senhora do Rosário e eu não quero desiludi-la.


Claro que vou levar as minhas câmaras digital e de filmar, para ficar com um "recuerdo" de todos aqueles que vão usar os óculos escuros da praxe, carpir e chorar de um olho azeite e de outro vinagre, e falar das últimas do Euro 2012, como manda a tradição.



E dizem que há duas "viúvas" metidas ao barulho, o que dará um toque "very hot", ao acontecimento.





















3 comentários:

Zé do Barreiro disse...

Verdadeira,

Simplesmente divinal - E ABSOLUTAMENTE REALISTA - este seu Post !

" Claro que vou levar as minhas câmaras digital e de filmar, para ficar com um "recuerdo" de todos aqueles que vão usar os óculos escuros da praxe ... "

Estimada amiga, se não lhe causasse muito incómodo, gostaria de poder ver essas fotografias ...

Sempre poderemos comunicar por e-mail, não é verdade ?

A menos que as queira escarrapachar no seu Blog, o que seria uma coisa completamente extraordinária !

Pense nisso.

Um forte abraço,

Zé.

A-Verdadeira disse...

Cheguei há momentos a casa e ainda não tive tempo de visionar a "reportagem".
Como sabe, só poderei colocar e divulgar fotos se tiver o consentimento prévio das pessoas, se estas não forem consideradas pessoas públicas, o que é o caso de grande parte delas. Mas vou tentar postar uma parte das fotos, tapando-lhes a cara ou os detalhes, com um programa próprio para o efeito. Para isso terei de ter a ajuda de um amigo meu, perito em fotografia, pois eu não percebo nada disso.

Estavam lá todos. Um grupo de mulheres (de óculos escuros) estava a conversar sobre o vestido que vai usar num casamento, na próxima semana.

A maior parte dos homens, como eu previ, estavam em animadas conversas, a torcer para que a Itália ganhe à Espanha.

Brevemente vou fazer um "post" sobre o assunto.

Por agora vou respeitar uns dias de "nojo", pelo menos para deixar o homem arrefecer um pouco.

Zé do Barreiro disse...

" Por agora vou respeitar uns dias de "nojo", pelo menos para deixar o homem arrefecer um pouco."

Parece-me bem.

Ah Ah Ah Ah.

Aguardarei, obviamente, pela publicação desse Post.