quinta-feira, 27 de dezembro de 2012

FAÇO MINHAS AS PALAVRAS DELE



2013 vai ser um ano muito difícil, para Portugal, em especial.


A todos desejo  força e coragem suficientes,  para suportar as dificuldades que vêm por aí.
E,  sobretudo, não desanimem nunca. Não desistam, lutem sempre contra todos os lobos que fazem discursos de carneiro. 

Temos de lutar todos contra este estado de coisas, dando as mãos e fazendo ouvir as nossas vozes, cantando bem alto, esta canção de esperança.

Eu quero que os meus netos nasçam em Portugal.

3 comentários:

zé Du disse...

http://zeducorrupto.blogspot.pt/2012/12/noticia-do-jornal-de-angola-pais-que.html

Magus Silva disse...

As suas contundentes críticas seriam encantadoras, se não fossem assim a modos que a apelar para o bregeiro, (para o meu gosto claro).
E que pena, penso eu,porque contêm acutilante significado e muito bem escritos.
P=arabéns pela parte positiva, e peço desculpa pela minha crítica.

Flor disse...


Obrigada pela crítica.

Como tudo na vida, há sempre um polo negativo e outro positivo.

A harmonia resulta da conciliação entre ambos.