segunda-feira, 30 de dezembro de 2013

POBRES E MAL AGRADECIDOS


Não posso deixar terminar o ano de 2013 sem vir aqui dizer um "Olá!" a todos aqueles que têm tido a bondade e a pachorra de me ler e comentar, ao longo dos últimos anos, desde Maio de 2007.

O tempo tem passado a correr mas, nestes seis anos de lides bloguistas, fiz muito bons e verdadeiros Amigos que, apesar de virtuais, não ficam a dever nada aos outros de carne e osso. Todos eles ficarão para sempre guardados no meu baú dos afectos, a par de alguns inimigos de estimação(poucos).

Mas desses nunca rezará a minha história, pois não sou moçoila de ter sentimentos menores, nem guardar rancores.

Vou iniciar o Novo Ano de 2014 na baía de Sesimbra, com um desejo enorme, verdadeiro e sentido, de que os portugueses se aguentem nas "canetas", pois o ano que se aproxima não vai ser nada fácil.

Aproveito para louvar a iniciativa daqueles Bombeiros de Setúbal que posaram para calendários de 2014, por uma causa nobre, cuja receita a Caritas Portuguesa declinou, por pura beatice e tacanhice de espírito.

Como costumo dizer, a tacanhice de alguns é a sorte de outros, porque, neste caso, consta que, já que a Caritas não quis aceitar, irá ser beneficiada uma outra instituição que cuida de crianças carenciadas.

Ter um corpo bonito é uma Graça Divina e aqueles homens são todos muito bonitos de corpo e de alma.

Que tenham todos um Bom Ano 2014, pleno de Paz, Saúde e Harmonia, porque a Harmonia é o mais importante - como diz o meu "Bizinho" do Barreiro Velho.

Que os Bombeiros de Setúbal vendam muitos calendários e que a sua mensagem de solidariedade seja escutada e apoiada pelo Mundo inteiro.

Agora que ninguém nos está a ouvir: será que eles podiam reservar o Bombeiro de Março só para mim?