sábado, 1 de fevereiro de 2014

ORA PORRA!


Sou contra a maioria dos franceses e da mesmíssima opinião do meu Caro "Bizinho" do Barreiro Velho, que o "affaire" Hollande/Gayet não tem nada de privado.

O homem utilizou meios do Estado para dar as suas "quecas", com croissants quentinhos à mistura e um guarda costas pelo meio, já para não falar no comportamento pouco próprio de um Chefe de Estado.

À conta disso, houve quem criasse uns jogos de vídeo sobre o tema, e esteja a ganhar uma pipa de massa.

Fica aqui uma sugestão aos jornalistas e aos criativos portugueses:

Ponham-se "à coca" do Senhor Silva.

Pode ser que o apanhem de madrugada, "montado" num papa-reformas com o seu guarda costas, a caminho da padaria da esquina, em busca de um bolo rei quentinho, para levar à sua Maria.

Sem comentários: