sábado, 14 de fevereiro de 2015

AS 50 SOMBRAS DE RIO TINTO CITY


Já li há algum tempo os três volumes das 50 Sombras de Grey, e, muito sinceramente,  não compreendo o alarido que se está a gerar em Portugal,  em torno do filme.

Não acho nada de especial.

Ou serei eu que sou uma desavergonhada?

Mas não me sai da cabeça que tal euforia tuga se deve  ao facto de a mulher que está a ser sodomizada, amarrada à cama,  estar a bater com a cornadura  numa mesinha de cabeceira "made in Portugal",  fabricada em Rio Tinto.  

Sem comentários: